Secretaria Municipal de Cultura

 

Reunião avalia andamento de projeto de restauro do Monumento ao Imigrante

18/04/2018 13:20

Na última segunda-feira, 16, a equipe da Secretaria Municipal da Cultura (Secult) realizou uma reunião para avaliar o andamento do projeto de restauração do Monumento ao Imigrante, localizado dentro da Sociedade Aliança, em Novo Hamburgo. Tombada como Patrimônio Histórico desde 2008, a edificação, que atualmente se encontra fechada para a visitação por questões de segurança, passará por diversas adequações. “Encontramos problemas na construção, como infiltrações, desplacamento de reboco e rachaduras nos pisos. O projeto desenvolvido pela Secult tem o objetivo de sanar os danos que existem e adequar o Espaço para o uso de toda a comunidade”, explica a arquiteta da Secult, Marina Simon.

Segundo o secretário da Cultura, Ralfe Cardoso, o assunto tem sido tratado com atenção. “Sabemos da importância do Monumento como patrimônio histórico da cidade e o quanto ele deve ser cuidado e zelado. Vamos fazer o máximo de esforços para que o projeto seja aprovado pela Lei de Incentivo a Cultura (LIC) do Rio Grande do Sul durante segundo semestre e captar recursos para o restauro”, declara. “Essa ação faz parte do Programa de Desenvolvimento Sociocultural realizado pela Secult e também é uma parceria com a Sociedade Aliança”, comenta Cardoso.

O projeto ainda está em andamento, sendo desenvolvidos projeto elétrico e Projeto de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) do Monumento. Entre as melhorias previstas, será realizado a remoção do reboco danificado e aplicado um novo, impermeabilização e regularização das lajes, restauro das esquadrias e portas, pintura externa e interna e outras ações.

O Monumento

Para homenagear o centenário da imigração alemã no Brasil, foi elaborado um projeto para construir o Monumento ao Imigrante no local onde foi o lote número 1 da colonização alemã em terras hamburguenses. Em 1924, foi colocada a pedra fundamental de toda a obra. Essa ação foi elaborada pelo arquiteto alemão Ernest Karl Ludwig Seubert.

Já em 15 de novembro de 1927 aconteceu a inauguração oficial do Monumento, com a presença de várias autoridades do recém emancipado município. Em 2008, o Monumento ao Imigrante foi tombado como Patrimônio Histórico de Novo Hamburgo.


Programa de Responsabilidade Sociocultural


Ação desenvolvida pela Secretaria Municipal da Cultura de Novo Hamburgo tem como objetivo buscar investimentos de empresas hamburguenses em projetos e programas culturais realizados pela Prefeitura. “O Programa busca desenvolver um movimento comunitário e fazer com que a cidade seja muito organizada, habilitando os agentes e projetos culturais locais para receberem o aporte de recursos, através das leis de incentivo à Cultura”, explica o secretário Ralfe Cardoso.

Segundo dados levantados pela Secult, com base no exercício fiscal de 2015, o valor disponível para patrocínio em projetos através da dedução no Imposto de Renda, via Lei Rouanet, seria de mais de 2 milhões de reais. Isso considerando apenas empresas com sede em Novo Hamburgo. No mesmo ano, o valor aportado por empresas hamburguenses foi R$ 999.863,10. Entretanto, nenhum destes investimentos foi realizado no município e em projetos locais. “Isso mostra que a cidade não tem usado o potencial que tem em Lei Rouanet, por exemplo. O município precisa se organizar através da política pública da cultura. A proposta do Programa é trazer esse recurso para ficar na nossa cidade e em projetos locais”, comenta Cardoso.

Recomendar esta notícia via e-mail:
  • Imprimir
  • Recomendar
  • Compartilhe
  • PDF
  • Inicial
  • Voltar